PRAIA DO FORTE: Piscinas naturais e uma vila pra lá de charmosa

Viagem realizada em outubro/2010


Fomos para a Praia do Forte em nosso último dia das férias na Bahia. Essa praia fica ao norte de Salvador (uns setenta quilômetros, aproximadamente), em uma região conhecida como Costa dos Coqueiros, no município de Mata de São João. Pegamos uma van no aeroporto de Salvador e depois de uma hora e pouquinho já estávamos na praia.

A infraestrutura da vila é ótima! É tudo muito arrumadinho, com vários restaurantes, lojinhas, pousadas... Muito charmoso! Só achei as coisas bem caras por lá... No Mercado Modelo vende os mesmos artesanatos e é beeeem mais barato. Um detalhe que adorei na vila é que não é permitido transitar carros! No final do calçadão tem uma pracinha com a Capela de São Francisco de Assis e o Projeto Tamar.

A charmosa vila da Praia do Forte
Capela de São Francisco de Assis

O Projeto Tamar dispensa apresentações. Simplesmente amo o Tamar e quando viajo para alguma cidade que tem o projeto, faço questão de conhecer. Já visitei os de Ubatuba, Florianópolis e Fernando de Noronha, mas o da Praia do Forte superou minhas expectativas! Além das tartarugas, tem várias espécies de peixes e de outros animais marinhos. Pudemos passar a mão em uma arraia! Foi uma experiência bem legal!

Entrada do Projeto Tamar
Aqui podemos ter um contato mais direto com os bichinhos
Tartaruguinha linda com apenas alguns dias de vida

A Praia do Forte tem várias praias, mas só conhecemos a que fica em frente da vila mesmo, a Praia do Porto. É uma delícia! Tivemos a sorte da maré estar baixa e deu para ver várias espécies de peixinhos nas piscinas naturais que se formam bem pertinho da praia. Muito fofo! Também visitamos o Instituto Baleia Jubarte, mas não achei tão legal... Depois que você visita o Tamar (com toda aquela infraestrutura e informação) acaba achando os outros projetos mais simples. O que é uma injustiça, pois eles realizam um trabalho muito bonito e importante de conscientização e preservação das baleias jubartes.

Praia do Porto e seus imensos coqueiros
Piscinas naturais se formam na maré baixa
Instituto Baleia Jubarte
Escultura da cauda da baleia jubarte

Infelizmente não deu para conhecer o Castelo D'ávila. Ele fica longe do centrinho e só dá para ir de carro. Lá na praia eles vendem o serviço de Tuc-tuc (sim, igual ao da Índia! rs), mas achei muito caro. Queriam me cobrar setenta reais pelo leva-e-traz em um trajeto que nem chega a seis quilômetros. Achei um absurdo! Seria bem legal passar alguns dias na Praia do Forte, principalmente porque tem muitas outras praias legais próximas, como Arembepe, Imbassaí, Sauípe... Quem sabe um dia eu volto!


GOSTOU DA PRAIA DO FORTE?
Conheça Salvador também!

PARA SABER MAIS:
www.praiadoforte.org.br

NOSSA AVALIAÇÃO:




Todos os textos e fotos contidos nesse blog são minha autoria e não podem ser reproduzidos sem autorização.