SÃO LOURENÇO: A cidade mais famosa do Circuito das Águas

Viagem realizada em abril/2017


São Lourenço é mais uma das cidades que faz parte do Circuito das Águas de Minas Gerais (famoso por suas águas medicinais e terapêuticas). Acho até que é a mais conhecida de todas. Ela fica a aproximadamente trezentos quilômetros de distância da capital paulista, lá no meio da Serra da Mantiqueira. Assim como boa parte das cidades mineiras, São Lourenço tem aquele clima interiorano acolhedor, cheio de restaurantes deliciosos, docerias e paisagens lindas!

Conheci São Lourenço durante minha viagem à Caxambu (se você ainda não viu nosso post, clique aqui). As duas cidades são vizinhas e é super prático e rápido fazer um bate-volta entre elas. Fui de ônibus pra lá (daqui de São Paulo) e cheguei após umas cinco/seis horas de viagem. Ali pertinho da rodoviária fica o pórtico simbolizando o início da cidade. Super bonitinho!

Pórtico de São Lourenço

A atração mais visitada e mais famosa de São Lourenço é o Parque das Águas. É ali onde estão localizadas as nove fontes com propriedades minerais: Fonte Oriente, Fonte Andrade Figueira, Fonte Vichy, Fonte Ferruginosa, Fonte Alcalina, Fonte Jaime Sotto Mayor, Fonte Sulfurosa II, Fonte José Carlos de Andrade e Fonte Primavera. Cada fonte é indicada para um tipo de tratamento e há uma plaquinha em cada uma delas explicando tudo direitinho. Provei apenas uma dessas águas (não me lembro qual) e, sinceramente, não gostei... Ali no parque também fica o Centro Hidroterápico de São Lourenço, mais conhecido como Balneário. A arquitetura desse prédio tem estilo colonial e é do ano de 1935. Dentro do Balneário são oferecidos diversos tipos de banhos, saunas e tratamentos estéticos (pagos à parte).

Além das fontes de água e do balneário, há muitas opções de lazer por lá. Tem lago com pedalinhos (e com uma ilha no meio, a Ilha dos Amores), bosques, jardins, lojinhas de artesanato e lembrancinhas, playground, arvorismo, lanchonete, docerias, restaurante, a Gruta Nossa Senhora dos Remédios, a Ermida Bom Jesus do Monte, o Jardim Japonês (construído recentemente em homenagem ao Centenário da Imigração Japonesa no Brasil), quadras para diversas atividades esportivas (incluindo mini-golfe e bocha), solarium (com espreguiçadeiras e ducha), um auditório ao ar livre muuuito lindo cercado de verde e bambus (a Catedral de Bambus) e muitos outros atrativos.

Prédio do Balneário (à esquerda) e uma das fontes (à direita)
Lago com pedalinhos
Catedral de Bambu

Esse parque é ideal para caminhadas, pois é bem grande e super arborizado! São mais de quatrocentos mil metros quadrados de muuuito verde! O parque é tão grande que foi dividido em duas partes: o Parque I (mais antigo) e o Parque II (de construção mais recente e interligado ao parque I por um túnel). O Parque das Águas é mantido pela multinacional Nestlé (que comercializa uma de suas águas minerais) e a entrada é paga. Ah, tava quase esquecendo de contar que vi tucanos por lá! Foi lindo! s2

Pista para caminhada
O parque é cercado de natureza!
Perto do horário do almoço fui conhecer a Fazenda Quinta do Cedro, que fica pertinho do centro de São Lourenço (dá até para ir caminhando, coisa de quinze minutos). Ali funciona uma pousada, um restaurante (especializado em comida mineira) e uma mini fazendinha (ótima para crianças). Almocei no restaurante e achei a comida deliciosa! Tudo é preparado no fogão à lenha. A decoração rústica é super charmosa e o atendimento foi ótimo. Pés na areia recomenda! Fiquei apaixonada pela vista da varanda! Dava para ver as montanhas e a fazenda. Tudo verdinho! Pena que o tempo tava nubladinho (até garoou)...

Entrada da Fazenda Quinta do Cedro
Restaurante especializado em comida mineira
Vista da varanda

Além de muito doce e muita comida boa, o que mais tem lá em São Lourenço é artesanato! Há muitas, mas muuuitas lojinhas espalhadas pelas ruas do centro. Também há uma feirinha cheia de barraquinhas e chalés fofinhos na Rua Doutor Saturnino da Veiga (a Feirat e a Aldeia Vila Verde), aquela rua que separada os Parque das Águas I e II. Vale muuuito a pena dar uma passadinha por lá e conferir o trabalho dos artesãos locais. Quem não gosta de caminhar ou quiser fazer um passeio diferente, também pode contratar um dos diversos charreteiros que ficam nessas ruas, à disposição dos turistas. Sinceramente, não gosto muito desses passeios que envolvem animais, mas há quem ache interessante. Gosto é gosto, né?

Ali no centro também fica a Igreja Matriz de São Lourenço. Essa igreja tem uma história muito bonita! Ela foi construída em 1935 pelos próprios moradores da cidade. Havia um movimento social para erguer a igreja, onde cada morador doava e assentava um tijolo. Muito legal, né?

Barraquinhas da Feirart
Muito fofo!
Telefone público típico de São Lourenço (à esquerda) e Igreja Matriz (à direita)

Outro passeio muuuito procurado pelos turistas que visitam São Lourenço é o Trem das Águas. Esse passeio é feito em uma histórica locomotiva à vapor (do ano de 1927, super conservada e linda!) que percorre cerca de dez quilômetros, até chegar na estação da cidade de Soledade de Minas. Ali é feita uma rápida parada em uma feirinha de artesanato e depois o trem volta para São Lourenço. Não fiz esse passeio porque achei um pouco caro, mas acompanhei a partida de um dos trens e foi super animada. Tinha até violeiros! A Estação Ferroviária é bem bonita, super conservada e com uma ótima infraestrutura. Tem até um café muito charmoso e bem decorado.

Estação de São Lourenço
Locomotiva à vapor por dentro e por fora
Detalhe da locomotiva 1424

Gostei bastante de São Lourenço! A cidade tem uma ótima infraestrutura turística, com bons restaurantes, lojinhas e docerias. Foi muito tranquilo me locomover a pé, já que a cidade é pequena e os pontos turísticos são bem próximos uns dos outros. Certamente o Parque das Águas é o cartão postal de São Lourenço e merece a fama que tem. Ele é super bem cuidado e tem muuuitos atrativos para os visitantes. Queria muito ter feito o passeio de balão, mas o preço é bem alto e não foi dessa vez que rolou... Quem sabe na próxima! :)


GOSTOU DE SÃO LOURENÇO?
Visite também as cidades de Caxambu, Baependi e São Thomé das Letras. Elas ficam bem próximas à São Lourenço. Em breve todos os relatos estarão aqui.

NOSSA AVALIAÇÃO:




Todos os textos e fotos contidos nesse blog são minha autoria e não podem ser reproduzidos sem autorização.