PORTO SEGURO: O Brasil começou aqui

Viagem realizada em setembro/2014


É quase impossível encontrar alguém que nunca tenha ouvido falar da agitada Porto Seguro. Ela é uma das cidades turísticas mais famosas do Brasil e está localizada no sul da Bahia, em uma região conhecida como Costa do Descobrimento. Dizem que foi aí que Pedro Álvares Cabral chegou com sua tripulação há mais de quinhentos anos atrás, quando buscavam o caminho para as Índias e, por engano, acabaram descobrindo o nosso país.

Porto Seguro também é um dos pacotes de viagem mais baratos do nordeste e, por conta disso, acaba sendo a primeira viagem de avião de muita gente. A cidade está sempre cheia de turistas, mas a alta temporada mesmo é no verão e no Carnaval. De tanto ouvir falar das belezas de Porto, acabei ficando com muita vontade de conhecê-la. Até que um dia vi uma promoção de passagem aérea e não pensei duas vezes: a hora é agora! Porém, depois de pesquisar bastante sobre a cidade, acabei optando ficar hospedada em Arraial d'Ajuda por ser um vilarejo mais tranquilo. E como as duas vilas são vizinhas, seria bem tranquilo transitar de uma para a outra.

O Rio Buranhém separa Porto Seguro de Arraial e há uma balsa que faz essa travessia. Ela funciona 24 horas dia e sai a cada trinta minutos. À noite a frequência muda para uma hora de espera. A travessia não demora nem quinze minutos. É super rápida! Durante o pequeno percurso há paisagens muito bonitas. Avistamos até a Ilha dos Aquários. Essa ilha é um centro de lazer e entretenimento que funciona toda sexta-feira à noite. Lá dentro há restaurantes, boate, espaço para shows, um aquário com várias espécies de peixes da região, entre outras opções de lazer. Não cheguei a visitar o local, mas pareceu ser bem legal. 

Balsa que faz a travessia Porto Seguro e Arraial d'Ajuda, e vice-versa
Ilha dos Aquários

Como tinha pouco tempo na cidade, acabei optando em fazer um tour bem rapidinho pelas praias. Conheci toda a orla de Porto Seguro pela janela do carro! Parece esquisito, mas é verdade! rs Passei por Curuípe (é a mais próxima do centro), Mundaí, Taperapuã (onde tem as famosas e gigantescas barracas), Mutá (faz divisa com Santa Cruz Cabrália), entre outras. Meu interesse em Porto Seguro não era curtir as praias, mas sim conhecer os atrativos culturais da cidade, como o Memorial Epopeia do Descobrimento e a Cidade Histórica.

O Memorial da Epopeia do Descobrimento fica na avenida Beira-Mar, próximo à Praia do Cruzeiro. Esse espaço cultural fica dentro de uma enorme área verde com mais de vinte metros quadrados de vegetação típica da região. Toda a visitação é feita na companhia de guias. Há trilhas pelo meio da mata que nos levam até um museu (onde estão expostos alguns objetos referentes à época das grandes navegações e do descobrimento do Brasil), uma típica oca indígena e a uma réplica da nau de Cabral. O que mais gostei no Memorial foi essa réplica. É muito bonita e interessante! As demais atrações não me agradaram muito.

Entrada do Memorial da Epopeia do Descobrimento
Fachada com azulejos pintados à mão
Réplica da nau de Pedro Álvares Cabral (à esquerda) e uma oca indígena (à direita)

Depois de visitar o Memorial fui para a Cidade Histórica. Ela fica ao lado da rodoviária e é super fácil chegar de ônibus. Essa parte da cidade foi o primeiro local no Brasil a ser habitado e por isso suas construções foram tombadas como patrimônio histórico. Me apaixonei por lá! É lindo, lindo! Há várias casinhas coloridas super bem cuidadas e charmosas. Os jardins são gramados e cheio de flores. Uma graça! Como a Cidade Histórica está localizada no alto de uma falésia, a vista lá de cima é linda!! Dá para ver o mar e um pedaço da orla da praia. Pertinho desse mirante fica o Marco do Descobrimento (que foi trazido de Portugal e simboliza o poder da coroa portuguesa) e o Farol.

Casinhas coloridas
Detalhe fofo (à esquerda) e Farol (à direita)
Vista da orla de Porto Seguro

Também há três igrejas construídas no local: a Matriz Nossa Senhora da Pena (igreja da padroeira de Porto Seguro, construída em 1535), a Igreja São Benedito (antiga residencia e colégios dos jesuítas, construída em 1551) e a Igreja de Misericórdia (primeira igreja do Brasil, construída em 1531, o Museu de Arte Sacra fica lá dentro). Além das igrejas, ainda há a antiga Casa de Câmara e Cadeia, onde hoje funciona o Museu de Porto Seguro

Matriz Nossa Senhora da Pena (à esquerda) e Casa de Câmera e Cadeia (à direita)
Igreja de São Benedito

Também conheci a famosa Passarela do Álcool. Essa passarela fica no centro de Porto Seguro e é, na verdade, um calçadão repleto de lojas e barraquinhas que vendem lembrancinhas, artesanato, roupas, bebidas, doces... Também há diversos restaurantes e bares. Mas tudo isso só funciona a partir do finalzinho da tarde e se estende até tarde da noite. Durante o dia está tudo fechado.

Dos poucos lugares que conheci em Porto Seguro, o que mais gostei foi da Cidade Histórica (sim, eu troquei uma praia pelo centro histórico! rs). Achei lindinha e super bem cuidada! As praias não me agradaram tanto, assim como o centro da cidade. Tinha muitas excursões e prefiro lugares mais tranquilos. Acho que foi por isso que gostei mais dos vilarejos vizinhos, como Arraial d'Ajuda, Trancoso e Caraíva.


GOSTOU DE PORTO SEGURO?
Que tal conhecer as outras vilas da Costa do Descobrimento? Trancoso, Praia do Espelho e Caraíva são lugares paradisíacos!

NOSSA AVALIAÇÃO:




Todos os textos e fotos contidos nesse blog são minha autoria e não podem ser reproduzidos sem autorização.