OURO PRETO: É muita história pra um só lugar

Viagem realizada em maio/2013


Adorei Ouro Preto! Me encantei com suas ladeiras cheias de paralelepípedos, com suas igrejas e museus tão cheios de histórias, com sua arquitetura barroca linda e com o povo mineiro tão carismático e hospitaleiro. Não é à toa que Ouro Preto é a cidade histórica mais famosa de Minas! E a primeira cidade do país a ser inscrita no Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco. Olha que chique! Também não é para menos, Ouro Preto é detentora do maior tesouro arquitetônico e artístico do período colonial.

Passei dois dias e meio por lá durante uma emenda de feriado. Me hospedei em Mariana (por ser mais barato) e ia para Ouro Preto durante o dia. É muito fácil se locomover entre as duas cidades. Os ônibus passam com frequência e o trajeto não dura nem trinta minutos. Para quem está de carro é mais fácil ainda.

O primeiro lugar que conheci foi a Praça Tiradentes. O Museu da Inconfidência é enooorme e lindo! Antigamente (a partir de 1944) era lá que funcionava a Casa de Câmera e Cadeia da cidade. Hoje em dia é um museu onde estão expostos muitos objetos e mobiliários dos séculos XVIII e XIX, obras de arte dos artistas da região, entre outras peças. A visita é muito interessante! Pertinho dessa praça fica a Igreja Nossa Senhora do Carmo. É muito bonita e uma das minhas preferidas. Ela foi projetada pelo pai do Aleijadinho e alguns ornamentos foram feitos pelo próprio Aleijadinho. Ao lado dessa igreja tem o Museu do Oratório. Me apaixonei por esse museu! Tem uma coleção imensa de oratórios. Um mais interessante que o outro.

Praça Tiradentes e o Museu da Inconfidência
Igreja Nossa Senhora do Carmo
Museu do Oratório

Descendo uma das ladeiras da Praça Tiradentes, chega-se ao Largo de Coimbra. É lá que acontece diariamente a famosa feirinha de pedra sabão. Tem muitos objetos lindos e é difícil sair de lá sem comprar pelo menos uma coisinha. Em frente a essa feira está localizada a Igreja São Francisco de Assis, uma das mais visitadas na cidade. Essa igreja é considerada a obra-prima do Aleijadinho, pois foi projetada por ele. Dentro também tem algumas esculturas criadas por esse artista.


Feirinha de pedra sabão no Largo de Coimbra
Igreja São Francisco de Assis (à esquerda) e uma das muitas ladeiras de Ouro Preto (à direita)

Também visitei o Teatro de Ouro Preto (Casa da Ópera). A fachada é super modesta, mas por dentro é lindo! É todo feito em madeira, bem rústico, mas muito bonito mesmo! Foi construído por volta de 1770 e ainda está em funcionamento. Outra construção muito interessante e com a arquitetura linda é a Casa dos Contos. Lá dentro funciona um museu onde estão expostos mobiliários da época, moedas antigas, entre outras peças. O que achei mais interessante nesse museu é a senzala localizada na parte inferior do prédio. É muito impressionante estar em um local com uma carga histórica tão grande... Não tem como sair de lá sem refletir sobre isso. Também visitei o Museu de Arte Sacra e o Museu do Aleijadinho (não achei esses dois tão interessantes).

Teatro de Ouro Preto (prédio laranja)
O teatro por dentro
Casa dos Contos
Detalhe sombrio de uma parede

Outras igrejas que visitei foram as Igreja São Francisco de Paula (ela fica em uma parte alta e é avistada por quase todos os lugares de Ouro Preto), Matriz de Nossa Senhora do Pilar (é a igreja mais rica da cidade, com mais de quatrocentros quilos de ouro), Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Pretos (foi construída pelos escravos) e Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição de Antonio Dias (só vi por fora pois estava em manutenção). Ouro Preto tem muitas, muitas igrejas. Nunca vi uma cidade com tantas!!! Chega até a cansar. A maior parte delas (assim como os museus) cobram taxa de visitação. Mas é bem baratinho e acho que vale a pena contribuir para a conservação dessas construções tão lindas e importantes.

Igreja São Francisco de Paula
Matriz de Nossa Senhora do Pilar (à esquerda) e Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Pretos (à direita)
Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição de Antonio Dias

Além dos museus e igrejas, Ouro Preto também tem muitas minas de ouro (desativadas, claro!). Visitei apenas a Mina do Chico Rei. Estava bem cheia e tive que esperar mais de uma hora para entrar (cheguei bem no momento em que uma excursão escolar estava começando a entrar na mina). Apesar de ser bem menor e mais rústica do que a Minas da Passagem (em Mariana, falo dela aqui), gostei bastante de conhecê-la! Os túneis são bem estreitos e em algumas partes é necessário abaixar para conseguir caminhar. Foi muito interessante conhecer as condições precárias em que os escravos trabalhavam.

Túneis da Mina do Chico Rei
Ladeiras e mais ladeiras

Outro passeio que fiz foi o de trem que vai até a cidade de Mariana. O trajeto que o trem percorre é bem legal e tem paisagens lindas. Uma dica é sentar no lado direito do vagão para ver as melhores paisagens. Tinha até uma cachoeira!

Trem chegando na estação de Ouro Preto (à esquerda) e o vagão por dentro (à direita)
Cachoeira que avistei no meio do trajeto
Muitas montanhas

Amei Ouro Preto!!! É linda! Realmente uma cidade muuuuito fotogênica. É um ângulo mais bonito que o outro. Cada ladeira tem um detalhe, um charme que chama a atenção... É apaixonante! Sem falar da riqueza histórica e cultural. É um banho de informação e conhecimento.


GOSTOU DE OURO PRETO?
Mariana fica ao lado. Aproveite para conhecer também essa outra cidade histórica.

NOSSA AVALIAÇÃO:




Todos os textos e fotos contidos nesse blog são minha autoria e não podem ser reproduzidos sem autorização.