MONTE VERDE + JOANÓPOLIS

Viagem realizada em março/2013


No feriado da Páscoa de 2013, fui à Minas Gerais pela primeira vez, acreditam? A cidade escolhida para essa estreia foi a pacata Monte Verde. Ela fica no sul de Minas, bem no meio das montanhas da Serra da Mantiqueira, a 170 quilômetros de distância da capital paulista. Monte Verde sempre é muito comparada à Campos do Jordão (pelo menos aqui em São Paulo), pois são as duas cidades mais famosas pelo frio e pelo clima romântico serrano que ficam mais próximas à capital. A alta temporada é no inverno, mas Monte Verde também fica cheia nos feriados e em boa parte dos finais de semana.

Saí de São Paulo às oito horas da manhã e, felizmente, não peguei nenhum trânsito (olha que milagre, rs)! A estradinha que liga Camanducaia à Monte Verde tem paisagens lindas. São muitas montanhas! Fiquei encantada! Cheguei em Monte Verde depois de umas duas horas, mais ou menos. Havia reservado a Pousada Chalés do Parque e amei!!! O chalé era uma graça, todo limpinho e novinho. Os donos também eram muito simpáticos e atenciosos. Ah, e o café da manhã simplesmente M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-O. Recomendo muuuito essa pousada. Foi uma excelente escolha!

Rodovia Fernão Dias, cheia de montanhas e curvas
Pórtico na entrada de Monte Verde
Nosso chalé fofo na Pousada Chalés do Parque

Deixei minhas coisas no chalé e fui conhecer o centrinho, que se resume à Avenida Monte Verde. Lá da pousada dava para ir a pé em uma caminhada de uns dez minutos, mais ou menos. As lojinhas e os restaurantes são uma graça! Tudo é muito bem decorado e charmoso, mas o preços são altos. Achei até mais caro do que em Campos do Jordão, por exemplo. Como estava fazendo uma viagem econômica, acabei optando em cozinhar as refeições no próprio chalé e na rua comi apenas lanches e petiscos (saiu muuuito mais em conta!).

A cidade estava bem cheia. Achei os turistas de lá meio sem noção, rs. Estava um calor de 26 graus mais ou menos e o pessoal andava na rua de bota, casaco e cachecol! Cheguei até a ver uma pessoa com luvas! À noite e de manhã fazia muuuito frio e era super necessário sair agasalhado. Mas durante o dia era um calor danado. Vai entender, rs...

Avenida Monte Verde enfeitada para a Páscoa
Chalézinhos fofos com lojinhas e lanchonetes
Mais um cantinho charmoso de Monte Verde
Esquilinho lindo

No dia seguinte fiz a Trilha da Pedra Redonda. Foi muito legal! A estradinha para chegar ao começo da trilha já é uma aventura! Toda de terra e cheia de buracos. Achei super radical! A trilha em si é fácil, até meu cachorrinho achou tranquilo. A vista lá de cima é linda! Valeu muito a pena!

Estradinha de terra para chegar no começo da trilha
Entrada da trilha
Primeiro mirante
Vista do mirante

À tarde fui caminhar mais um pouco mais pela cidade e conheci o Aeroporto de Monte Verde. Lá eles vendem passeios turísticos para sobrevoar a cidade. Que medo de ver aqueles teco-tecos levantando voo. Eles balançavam demais, parecia que estavam descontrolados e que iam cair, rs. Voltei para o chalé, descansei um pouco e fui jantar pizza. Nessa noite fez tanto frio que até acendi a lareira para conseguir dormir (nunca tinha acendido uma). Foi bem gostoso!

Aeroporto de Monte Verde

No último dia fui embora depois do café da manhã pois, antes de voltar à São Paulo, ia dar uma paradinha em Joanópolis para conhecer a Cachoeira dos Pretos. A estradinha que liga Monte Verde à Joanópolis é HORRÍVEL e não recomendo percorrê-la em um carro de passeio. São uns trinta quilômetros de estrada de terra MUITO mal conservada. Em vários momentos achei que não conseguiria cruzar os buracos. Foi traumatizante...

Depois de quase duas horas, avistei a cachoeira. De longe parecia bem bonita, mas quando cheguei acabei não gostando muito. O local tem uma infraestrutura legal, mas como era feriado, estava bem lotado, o que acabou tirando a beleza do lugar. Fiquei lá por pouco tempo e já voltei para São Paulo. Peguei muuuito trânsito na rodovia na volta.

A parte boa da estrada
Cachoeira dos Pretos vista da estrada (à esquerda) e entrada para a cachoeira (à direita)
O lugar tem uma infraestrutura legal (à esquerda) e Cachoeira dos Pretos de pertinho (à direita)

Gostei bastante de Monte Verde! É uma cidade bem simpática e acolhedora. E super turística! Foi muito gostoso relaxar e passear pelas lindas e encantadoras montanhas mineiras. A única coisa que não gostei foi dos preços dos restaurantes, lojas e passeios... Achei que eles viajam nos valores. Também não sei se conseguiria ficar muitos dias por lá, pois pelo que vi não há tantas coisas para fazer... É uma cidade perfeita para quem gosta de relaxar e curtir a tranquilidade das montanhas.


GOSTOU DE MONTE VERDE?
Conheça Camanducaia também! Quando viajei para lá me hospedei em um lugar muuuito especial: a Pousada Pinho Bravo.

NOSSA AVALIAÇÃO:




Todos os textos e fotos contidos nesse blog são minha autoria e não podem ser reproduzidos sem autorização.