PARQUE ESTADUAL DA CANTAREIRA: Núcleo Pedra Grande

Último passeio realizado em agosto/2015


Para iniciar a nossa série de posts sobre a capital paulista, escolhi falar de um parque que amo e que frequento bastante: o Parque Estadual da Cantareira. Quem conhece São Paulo sabe que, a cada dia que passa, é mais difícil encontrar áreas verdes nessa cidade "cinzenta". E o parque da Cantareira é um desses espaços ainda verdes que faz a gente esquecer que está na cidade grande. Ele fica na zona norte da capital, mas também ocupa uma parte dos municípios de Mairiporã, Caieiras e Guarulhos. O parque é tão grande que foi reconhecido como uma das maiores florestas urbanas nativas do mundo (que orgulho)! São quase 80 milhões de metros quadrados de Mata Atlântica, divididos em quatro núcleos: Pedra Grande, Águas Claras, Engordador e Cabuçu. Neste primeiro post falaremos do Núcleo da Pedra Grande.

Núcleo da Pedra Grande

Esse núcleo do parque fica no bairro Tremembé, na Rua do Horto n. 1799. Um ponto de referência é o Parque Estadual Alfredo Löfgren (antigo Horto Florestal). Os dois parques ficam encostados. Não há nenhuma estação de trem ou metrô por perto, mas tem alguns ônibus que vão até lá. No site da Sptrans é possível ter mais informações sobre essas linhas. Quem vem de carro precisará estacioná-lo na rua, em frente à portaria, pois o parque não dispõe de estacionamento. O horário de funcionamento da portaria e das trilhas, e o valor da taxa de entrada podem ser consultados nesse link aqui. O local conta com sanitários, bebedouros, espaço para piquenique e playground (não há lanchonete).

A maior trilha desse núcleo é a Trilha da Pedra Grande (com 9,5 quilômetros, ida e volta), mas existem outras menores como como a Trilha das Figueiras (tem cerca de um quilômetro e é possível observar muitas figueiras altíssimas), a Trilha da Bica (tem aproximadamente 1,5 quilômetro de extensão e há uma bica d'água) e a Trilha do Bugio (é bem curtinha, possui apenas 300 metros e há chance de se ver bugios nela). Todas as trilhas são autoguiadas. Inclusive já fiz todo percurso sozinha e foi super tranquilo. Os seguranças do parque ficam circulando por lá o tempo todo.

Minha trilha preferida é a que vai até o mirante Pedra Grande, uma formação rochosa que fica a mil metros de altitude, de onde se tem uma vista privilegiada da cidade de São Paulo. Para chegar até lá é necessário caminhar cerca de três quilômetros. O trajeto é tranquilo e todo feito por uma antiga estrada asfaltada. Porém alguns trechos são bem íngremes, o que pode deixar a caminhada cansativa dependendo do seu condicionamento físico. O contato com a natureza é uma delícia! Há muuuitos tipos de plantas e árvores altíssimas que garantem muita sombra nos dias de sol.

O trajeto é todo assim: cheio de natureza!
As árvores altíssimas garantem sombra durante a caminhada

Outra coisa que adoro fazer durante a caminhada é observar a fauna local. Já vi muitos tipos de borboletas e pássaros por lá. Um mais colorido que o outro! Também há esquilinhos fofos e os famosos bugios que quase sempre estão no alto das árvores fazendo aquela bagunça! Ficar atento a todos os sons e movimentos da mata é minha dica para conseguir observar esses bichinhos. E também ficar com a máquina fotográfica preparada, pois eles são muuuito rápidos e tímidos. rs

Alguns insetos
Esquilinho fofo
Bugio no alto de uma árvore

Após vencer os três quilômetros de subida, o cansaço é recompensado com a bela vista da cidade. Eu simplesmente amo essa paisagem! É um dos meus lugares preferidos de São Paulo (já falei isso antes, né? rs), onde me sinto em paz e em contato com a natureza. É um local excelente para recarregar as energias e aliviar um pouquinho do stress de viver nessa cidade adoravelmente doida.

Chegando na Pedra Grande
Curtindo a vista e a tranquilidade após a cansativa caminhada
Minha cidade cinzenta

Ao lado da pedra há o Museu da Pedra Grande onde estão expostos alguns insetos, objetos e uma maquete do parque. Em frente desse museu há mais um mirante com uma vista belíssima. Dá para ver até o Pico do Jaraguá, outro ponto turístico muito legal da capital! Quem ainda estiver com disposição, pode continuar a trilha (mais uns dois quilômetros, aproximadamente) e chegar no Lago das Carpas. O local é bem gostoso! Há um gramado enorme para fazer piqueniques, playground para as crianças e sanitários.

Mirante em frente ao Museu Pedra Grande
É possível avistar o Pico do Jaraguá
Lago das Carpas

O Núcleo Pedra Grande é um excelente lugar para quem gosta de caminhar e ficar em contato com a natureza. É um passeio indicado pra todo mundo: famílias, crianças, grupos de amigos, casal de namorados e até pra quem está afim de ficar um pouco sozinho. É um dos meus cantinhos preferidos de São Paulo, onde consigo relaxar e esquecer um pouquinho da agitação do dia a dia. Super recomendo o passeio!


GOSTOU DO PARQUE ESTADUAL DA CANTAREIRA?
Conheça outros pontos turísticos da capital paulista.

NOSSA AVALIAÇÃO:




Todos os textos e fotos contidos nesse blog são minha autoria e não podem ser reproduzidos sem autorização.